Sara

Línguas: Português & Francês

Olá!

O meu nome é Sara. Portuguesa, nascida e criada em França, cheguei a Portugal aos 22 anos e foi aqui que me casei e tive os meus filhos, hoje com 6 e 9 anos. Viver em Portugal, voltar às minhas raízes, foi sempre um objetivo, sempre me senti profundamente portuguesa, mas hoje sei que sou um puro produto de interculturalidade, uma combinação de duas línguas, dois países, duas culturas, que me definem.

Duas das coisas de que mais gosto na vida: sol e sorrir!

Toda a minha vida gira à volta do francês e do português, e são essas as línguas que tenho ensinado, nos últimos 15 anos, do Algarve ao Porto. Adoro o meu trabalho, ensinar é para mim sinónimo de transmitir, oferecer, dar e receber. Aprendo tanto como ensino, com todos os meus estudantes, de todas as idades, e de horizontes e realidades diversos. Curiosa por natureza, sinto em geral uma empatia que dá asas à minha sede de ouvir e conhecer as pessoas. Gosto de ouvir. De falar, também.
Uma noiva feliz, sem dúvida…

E por isso fiquei tão empolgada e honrada quando a Carly me pediu se me queria juntar à sua equipa. Apaixonei-me pelo seu trabalho assim que ela me explicou que celebrava casamentos e apaixonei-me pela ideia de poder participar num dos dias mais bonitos da vida de um casal.

O que se atraiu para se tornar celebrante de casamento?

Adorei imediatamente esta ideia porque teria adorado ter, no meu casamento, uma cerimónia como as que nós escrevemos. Poder ouvir falar da nossa história e do nosso amor, com uma cerimónia única, foi um desejo que não pude concretizar. Por isso, é uma honra, uma autêntica felicidade poder oferecê-lo aos casais com quem trabalho.

J’ai immédiatement adoré cette idée parce que j’aurais adoré avoir moi-même, lors de mon mariage, une cérémonie comme celles que nous écrivons. Que l’on parle de notre amour, de notre histoire, avec une cérémonie unique, cela n’a pas été réalisable. C’est donc un honneur, un véritable bonheur, de pouvoir l’offrir aux couples avec lesquels je travaille.

Qual é a parte mais desafiadora de criar uma cerimónia?

Uma noiva feliz, sem dúvida!

Tudo é desafiante quando escrevemos uma cerimónia. É uma grande responsabilidade a escrita de uma cerimónia única e totalmente personalizada. Queremos que o casal se reconheça nas nossas palavras. Mas que prazer, atrevo-me a dizer que orgulho, quando no dia D, vemos sorrisos e lágrimas de felicidade ao som das nossas palavras.

Tout est un défi quand on écrit une cérémonie. C’est une grande responsabilité que d’écrire une c´rémonie unique et totalment personnalisée. Nous voulons que le couple se reconnaisse dans nos mots. Mais quel plaisir, j’oserais même dire quelle fierté, lorsque, le jour J, nous voyons ces sourires et ces larmes de joie au son de nos mots.

O que a Sara deseja para seus os casais?

Que sejam felizes. Hoje e sempre.

Qu’ils soient heureux. Aujourd’hui, demain et les autres jours. 

Palavras finais

Ter a honra de os acompanhar, de os ouvir, para lhes oferecer uma cerimónia única e só deles. É isto que faço, e faço-o, claro, em português et en français!

Sara